25/07/2011

APRENDAM COM A RAPOSA COMO SE FAZ.




Amigo torcedor...




Depois de um longo tempo em se tratando de campeonato brasileiro, o Corinthians foi derrotado na competição pela equipe do Cruzeiro brilhantemente comandada por Joel Santana, também conhecido por " Papai Joel "

Diante de 37.733 torcedores que lotaram o Pacaembu na linda tarde de domingo, o Timão não superou o ferrolho montado no meio de campo e com forte marcação, foi "dominado" pelo esquema montado pelo treinador Cruzeirense.

Foi a primeira derrota do Corinthians na competição e isso todos sabemos que uma hora iria acabar acontecendo, tamanha é a dificuldade imposta por uma competição como é o campeonato brasileiro com muitas equipes se equivalendo ao longo das 38 rodadas.

A assombrosa campanha realizada pelo Corinthians nas 11 primeiras rodadas ainda impressiona pelos números e perder apenas 5 pontos em 33 disputados ainda o credencia como o time a ser batido na competição e foi justamente isso que o Cruzeiro fez, superando a pressão do torcedor, fator campo e demais adversidades que um grande clássico entre duas grandes equipes impõe.

Se analisarmos friamente a rodada, até que a derrota Corintiana não foi tão ruim assim para seu torcedor que viu seus "seguidores" diretos perderem pontos importantes jogando em casa como nos casos de São Paulo e Flamengo que empataram com seus adversários Atlético Goianiense e Ceará respectivamente perdendo pontos importantes.

A reação do Corinthians será medida na próxima rodada onde jogará fora de casa num verdadeiro caldeirão que é a Ressacada em Santa Catarina diante do Avaí que sempre dificulta a vida dos chamados grandes do futebol brasileiro.

Agora sem a pressão de defender uma longa invencibilidade, Tite terá que administrar a cabeça de um elenco que vinha sofrendo assédio de todos os lados, onde o sucesso muitas vezes acaba "atrapalhando" o andamento do bom serviço que é observado jogo a jogo.

Quanto ao Cruzeiro, nota-se visivelmente que Joel Santana é um treinador que conhece muito de futebol e soube neutralizar com forte marcação as investidas de uma equipe como a do Corinthians que partiu com tudo em busca do empate e quase toma o segundo com o ótimo Montillo perdendo um gol certo em rápida descida num contra ataque mortal.

Vamos ver daqui pra frente como será o campeonato que só tem um invicto que é o Flamengo que não vem enchendo os olhos do torcedor e isso foi demonstrado no empate de sábado diante do Ceará em 1 gol e não fosse Felipe, certamente o Ceará sairia vencedor da partida.

Outro que decepcionou empatando em casa foi o São Paulo sábado no Morumbi em 2 x 2 com o Atlético Goianiense e ao final da partida o time dirigido por Adilson Batista que fez sua estreia no comando técnico do tricolor saiu vaiado por mais de 23 mil torcedores que enfrentaram o frio intenso da cidade de São Paulo as 18:30 horas que é um horário terrível principalmente no inverno.

Dagoberto saiu soltando fogo pelo nariz e disse que não quer polemizar falando muito, mas alguma coisa foi dita dentro do vestiário que irritou profundamente o atacante tricolor que sequer quis conversar com os jornalistas mesmo após ter tomado banho e esfriado a cabeça.
Simplesmente pegou seu carro e se mandou do Morumbi cuspindo marimbondos.

Falar da derrota do Palmeiras frente ao Fluminense por 1 x 0 é primeiro analisar as declarações do "Bombeiro" Luis Felipe Scolari que bateu forte no peito e enfrentou alguns torcedores que saíram daqui de São Paulo só para hostilizar alguns jogadores do time e isso deixou o treinador do Verdão irritado á ponto de enfrentá-los só faltando dar o número da sua casa e o nome da rua onde mora para marcar um encontro de "machos" numa briga mano a mano.

Já está virando rotina o treinador chamar pra si a total responsabilidade mesmo quando a equipe não corresponde em campo como foi o caso de ontem apesar dele ter montado bem sua equipe mas o Fluminense acabou sendo um pouco melhor e até foi prejudicado pela arbitragem que anulou um gol legítimo alegando impedimento que não existiu.
Se perdendo por 1 x 0 a coisa ficou feia, quem dirá por 2 e se o árbitro não cometesse tal equívoco a coisa seria pior e não sei se Felipão já não teria ido buscar na arquibancada aquela meia dúzia de babacas que se dizem homens só quando estão em bando.

Os palmeirenses tem que levantar as mãos para o céu por terem como treinador um profissional como Felipão, caso contrário a casa já teria caído á muito tempo onde num clube como o Palmeiras, qualquer espirro já dizem que é pneumonia tamanha é impaciência do apaixonado torcedor na sua grande maioria de sangue fervoroso como é o Italiano.

Quem sabe agora começa o verdadeiro campeonato brasileiro com Vasco, Cruzeiro entrando diretamente na disputa já que os demais os convidaram para o baile e todos dançarão miudinho.






Grande abraço e até a próxima.

2 comentários:

sônia disse...

Pois é marcello o campeonato é longo. vamos ver no fim quem vai aguentar mais!! essa historia de Felipaõ e Kleber ficar enfrentando torcida já encheu o saco!! porqeu os dosi não vão pra um ringue! se só cobrar eles ou criticar que eles ja querem briga!! e foi decepcionante mesmo o SPFC empatar em casa!! Bjss

Betinho disse...

O Joel armou um esquema que dificultou bem o jogo do Corinthians. Mas o Cruzeiro não fez nada de extraordinário no jogo. Deu três chutes ao gol do Corinthians e permitiu várias chances de gol que infelizmente o Emerson não sobe concluir. O Corinthians jogou basicamente o que vem jogando. Apenas a saída do Liedson do time tirou o poder de conclusão e o espaço que a marcação acabava deixando para o William quando se preocupava em marcá-lo. O Emerson se coloca bem no campo, mas suas conclusões não são bem caprichadas. E lembrando que se o Julio tivesse tomado o gol que o Renan tomou, hoje estaria sendo massacrado pela imprensa e torcida. No mais o campeonato é nivelado, as vezes por baixo e não tem nenhum bicho papão favorito.