07/07/2011

ATÉ QUANDO VAI ESSA PORCARIA HEIN ????




Amigo torcedor...





Paciência tem limite já dizia meu avô ao longo dos meus quase meio século de vida e no futebol a coisa não caminha de forma diferente.

No São Paulo Futebol Clube, a "coisa" chega a ser irritante, onde a diretoria teima em segurar um treinador que nada tem acrescido de bom e a prova maior está nítida com a falta de interesse de muitos jogadores que não se preocupam se vão ou não demonstrar isso para quem quer que seja.

Sei perfeitamente que quem roer a corda seja pelo lado da diretoria ou do pseudo treinador, terá que bancar uma multa contratual, mas não acredito que esteja aí o problema e sim em não ferir "egos" e que a teimosia de "alguns" tem falado mais alto no caso da dispensa de Paulo Cesar Carpegiani.

Lembro perfeitamente quando Muricy Ramalho era o treinador e mesmo vencendo campeonatos era pressionado por alguns e vivia na corda bamba até não suportar e deixar o Morumbi mesmo como super campeão que é e conhecedor profundo de como se trata com jogadores de futebol que "Derrubam" sim treinadores quando querem e fim de papo.

Está acontecendo a mesma coisa agora e visivelmente o grupo está rachado, onde Juvenal Juvêncio está dando uma de turrão mesmo vendo o barco afundar e não tomando providências sendo que a principal delas seria a dispensa do técnico que não tem aprovação de muitos dirigentes e conselheiros do clube.

Juvenal talvez queira dar uma resposta á aqueles que o pressionaram para dispensar Muricy, só que ainda não percebeu que a diferença está muito próximo á sua acarpetada sala da presidência e seria bom ele "acordar" à tempo e dispensar quem faz mal ao seu comando, onde o correto seria mandar embora determinados diretores que teimam em "bagunçar" o ambiente que está agitado à muito tempo por culpa deles, ou ( dele ) como queiram.

Tudo isso está se refletindo em campo e até o experiente goleiro e capitão Rogério Ceni está "jogando" a toalha acreditando que não há mais solução para o problema que vem dos bastidores.
Nos episódios Dagoberto/Carpegiani e Rivaldo/Carpegiani a diretoria se mostrou incapaz e a maionese desandou como era previsto.

Ali, o poder de comando do treinador foi pro espaço. Só que as vitórias mascararam uma crise interna que já dura muito tempo e Dagoberto mexeu na ferida recentemente onde foi criticado pelo grupo que não teve peito de acompanhar o pensamento do jogador que se viu sozinho no deserto resolvendo bancar o que disse, diferente dos demais companheiros.

Já no caso Rivaldo ninguém ( eu disse ninguém ) quer se meter já que o veterano jogador conta com o apoio incondicional do maior ídolo da história do clube que é Rogério Ceni, e Carpegiani se vê em situação complicada não podendo sequer discutir o problema com o grupo que tem medo de se expor e aí é que a situação fica complicada com cada um querendo fazer a seu modo não se interessando para qualquer tipo de comando.

Acredito que a solução imediata seria a dispensa do treinador que já está "marcado" pela torcida que não o quer mais no comando da equipe e que a diretoria faça uma reunião imediata com o grupo de jogadores antes que a coisa fique complicada de vez.
Antes porém, que se contrate um técnico que fale a linguagem do jogador e que seja menos rancoroso como é o atual.

Dorival Junior seria o treinador ideal para esse momento delicado em que vive o tricolor paulista.
Cuca já foi "experimentado" e não acho que seria o ideal para o momento.
Emersom Leão ???? O torcedor do São Paulo o quer á KM de distância.

E o torcedor fica pensando : Porque será que dispensaram Muricy ????
O cara é campeão de tudo, conhece o São Paulo como ninguém, é torcedor confesso do clube e acima de tudo um baita profissional.

Só falta avisar alguns diretores que se acham conhecedores profundo de futebol, mas que nunca chutaram uma bola na vida.


Acorrrrrrrrda Juvenal !!!! Acorrrrrrrrrrda.








Grande abraço e até a próxima.




9 comentários:

Anônimo disse...

Nada pra comentar. Michel Iunes @iunes_michel

Alexandre Marques disse...

Embate de egos, presidente centralizador multiplicado por tudo o que você disse, eis o resultado, um time que não é time e sim um amontoado de jogadores. Tempos difíceis, sem muita perspectiva de melhoras a curto prazo.

Abraço.

Maglor disse...

Concordo em tudo! Parabens pelo texto!
Ass.: @ChargesdoMaglor

Maglor disse...

Otimo texto, concordo com tudo!!!
Ass.: @ChargesdoMaglor

Rodrigo Ramos disse...

É, tá feia a coisa pro lado do Carpegiane...

E quem perde, é o São paulo Futebol Clube!

Anônimo disse...

A coisa ta feio mesma, o Carpegiane não é bom treinador, mas a culpa não é só dele, os jogadores estão fazendo corpo mole, os caras parecem que estão jogando pra perder, nao tem vibração nenhuma no time, sem contar o preparo físico que esta uma merda.
Cláudio Leite

JacqueSeccatto disse...

O time cresce, os jogadores viram estrelas...vivem como milionários, pra que jogar bola????
O que eles não percebem é que essa fama veio fácil e vai fácil, diretoria, técnico ninguém sabe nada!!!!
O futebol no Brasil hoje, como esporte, está falido!!!!!
Boa tarde meu amigo!!!!

*Babi* disse...

Belo texto Marcello!

O "prof Pardal" não acerta mesmo, não adianta, mas os jogadores tb parecem que não se esforçam. Eu sei que o andamento do time depende MUITO do técnico, mas na verdade o que tem que haver é uma harmonização geral do time todo, eu acho que isso é a receita do sucesso. Vamos torcer para que o SPFC se encontre logo, pq só o time e nós torcedores que sofremos e perdemos com tudo isso.
Demorooooooo!

Boa noite!

sônia disse...

Marcello vc disse tudo acorda Juvenallllllllllllllllll a culpa disso é de todos JJ, diretoria, PCC e alguns jogadores que tã ofazendo corpo mole em campo!! vaos ver o qeu acontece agora que o PCC se foi. bjs